Amorim 4, Conceição 4: Treinadores de Sporting e FC Porto empatam em expulsões, mas o dos ‘dragões’ leva a melhor nas multas

fb-share-icon0

Total de Visualizações 348 

Amorim 4, Conceição 4: Treinadores de Sporting e FC Porto empatam em expulsões, mas o dos ‘dragões’ leva a melhor nas multas
Rúben Amorim e Sérgio Conceição têm estado em evidência na presente edição da I Liga. Não só por as suas equipas ocuparem, respetivamente, o primeiro e o segundo lugar da classificação, mas também em virtude do seu temperamento mais tempestivo, que os levou já a serem expulsos, suspensos e multados várias vezes pelo Conselho de Disciplina da FPF. Então, neste capítulo, quem vai na frente?

O SAPO Desporto fez as contas e percebeu que, no que toca a expulsões…há um empate. Com o cartão vermelho que viu no final do encontro da passada segunda-feira com o Moreirense, Sérgio Conceição foi expulso pela quarta vez esta temporada e igualou o registo do rival de Alvalade.

Em 2020/21, Sérgio Conceição já foi expulso nos jogos com o Paços de Ferreira (derrota por 3-2), Sp.Braga (empate 2-2), Portimonense (vitória por 2-1) e, agora, Moreirense (empate 1-1). Quanto a Rúben Amorim, foi expulso nos jogos do Sporting frente ao FC Porto (empate 2-2), frente ao Famalicão (igualmente empate 2-2) e Sp.Braga (vitória por 1-0 na final da Taça da Liga).

Empate também em dias de castigo, mas Conceição ‘goleia’ no valor das multas
No que toca a suspensões e multas ao longo da presente temporada, contudo, a ‘vantagem’ pende para o treinador do FC Porto. Sérgio Conceição superou os 37 mil euros em multas nas competições nacionais em 2020/21. As maiores fatias desse ‘bolo’ derivam das expulsões em Moreira de Cónegos e Paços de Ferreira, que custaram, cada uma, 10.200 euros ao técnico dos azuis e brancos. Depois, há as várias (sete) multas de que já foi alvo por ausência de elemento identificativo de função e que, juntas, também ja superam os 10.000 euros. E há ainda mais algumas coimas por declarações pós-jogos, protestos e ausência na zona de entrevistas rápidas.
Rúben Amorim ‘fica-se’, aqui, por pouco mais de 18 mil euros pagos em multas. As duas principais deveram-se às expulsões nos dois jogos com o Famalicão, as quais ascenderam 6375 euros cada. A expulsão frente ao FC Porto valeu uma multa de 3825 euros e a da Taça da Liga, com o Braga, 1020 euros de multa. Há, depois, coimas menores por ausência na zona de entrevistas rápidas e, a mais recente, por falta do uso de máscara, em Braga, na última jornada.

Quanto a dias de castigo, novo empate. Sérgio Conceição, ‘graças’ aos 21 dias que lhe foram agora impostos pelo Conselho de Disciplina, totaliza já 36 dias de castigo esta época (que implicam, no total, a ausência do banco em seis jogos) e igualou o registo de Amorim, que com os 15 dias de suspensão após a mais recente expulsão, frente ao Famalicão, tinha também atingido os 36 dias de castigo.

Notícia: Sapo.pt

TVSH 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *