Conversa online integrada no programa de conversas do ciclo de cinema Matéria do Olho, organizado pelo SINTEL, Setor Intelectual do Porto do PCP

fb-share-icon0

Total de Visualizações 240 

 

 

Fruto do subfinanciamento patente nas políticas culturais e uma lógica de desvalorização do setor e dos seus trabalhadores por parte dos sucessivos governos, a realidade laboral no contexto da produção cinematográfica nacional é asfixiada por uma cultura de precariedade, na qual o carácter instável do próprio trabalho e a constante desvalorização profissional de quem o realiza contribuem para a instabilidade social e económica de quem contribui diariamente para o futuro do cinema português.
Neste segundo encontro informal do ciclo de cinema Matéria do Olho, criamos espaço para reflexão e discussão em torno dos problemas consequentes desta cultura de precariedade, assim como de experiências de organização e reivindicação coletivas para dar resposta aos mesmos, por uma real dignificação do trabalho e dos trabalhadores do cinema.
Participantes:
– APNEIA – Associação de Produtores do Norte e Empresários (membros da direção);
– Pedro Madeira (CENA-STE);
– Pedro Duarte (produtora Primeira Idade, membro do PCP).
Moderação:
Alexandra Paz (SINTEL)
Conversa online integrada no programa de conversas do ciclo de cinema Matéria do Olho, organizado pelo SINTEL, Setor Intelectual do Porto do PCP.
———
O SINTEL da organização regional do Porto, anunciou o ano passado a realização do ciclo de cinema “Matéria do olho” enquadrado nas comemorações do centenário do Partido Comunista Português, contudo, dado ao particular momento em que vivemos tivemos que adiar o início das exibições dos filmes.
Também por isso há uma necessidade acrescida para denunciar as já conhecidas dificuldades dos trabalhadores da cultura em Portugal, nomeadamente no cinema.
Assim iremos retomar a actividade, realizando a segunda conversas on-line promovendo assim um espaço de reflexão colectiva e de discussão sobre estes problemas.
Assim como a conversa programada para 26 de Fevereiro, em breve anunciaremos outras mais e assim que possível retomaremos o ciclo com os filmes programados.
Até lá, continuaremos a lutar pela cultura e pela dignidade da vida dos trabalhadores.
 Noticia  PCP
TVSH 2021

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *