Matosinhos em Jazz regressa em Julho com Ashley Henry, Alfa Mist, Jéssica Pina e GNR

fb-share-icon0

Total de Visualizações 378 

Dia 9 e 30 de julho se realizará a terceira edição do festival no Jardim Basílio Teles e reforça com nomes das novas gerações do jazz português e britânico.

Londrino Ashley Henry é o pianista e compositor que será um dos destaques do festival DR.

O arranque fica a cargo da portuguesa Mimi Froes, seguindo-se a trompetista e vocalista Jéssica Pina. O fim-de-semana seguinte é protagonizado por dois músicos da fervilhante cena jazz do Reino Unido: Alfa Mist, teclista, compositor, MC e beatmaker que opera nos cruzamentos entre o jazz e o hip-hop; e a saxofonista e compositora Camilla George. O festival continua a medir o pulso ao jazz britânico com o concerto do pianista e compositor Ashley Henry, cúmplice de nomes como Nubya Garcia e Shabaka Hutchings, figuras cimeiras de uma nova geração do jazz londrino que tem contribuído para revitalizar o género e abri-lo a várias diásporas africanas.

O Matosinhos em Jazz fica completo com a actuação da guitarrista e cantora-compositora portuguesa Raquel Martins, sedeada em Londres, e com dois concertos colaborativos que acontecem na Praça Guilhermina Suggia, também em Matosinhos, no último fim-de-semana do festival: a cantora americana Rebecca Martin junta-se à Orquestra Jazz de Matosinhos e os GNR tocam com a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música.

“Estamos cada vez mais consolidados enquanto um evento que congrega várias vertentes do jazz, mas também várias gerações. Queremos ter uma oferta ampla e estar atentos a todos os caminhos que o jazz nos vai apresentando, bem como ter propostas mais inesperadas, como juntar a Orquestra Sinfónica do Porto Casa da Música com os GNR”, diz Fernando Rocha, vereador da Cultura da Câmara Municipal de Matosinhos, entidade responsável pelo festival.

O aquecimento para o Matosinhos em Jazz começa logo no início de Julho com uma exposição, no Jardim Basílio Teles, em que os artistas André Tentúgal, Clara Não, Joana Linda, João Fazenda e Vasco Gargalo fazem uma releitura de capas de discos marcantes da história do jazz, de músicos como Nina Simone, Chet Baker ou Ornette Coleman.

 

 

TVSH 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.