O Leixões regressou às vitórias, após bater o Académico de Viseu, por 2-1

fb-share-icon0

Total de Visualizações 280 

O Leixões regressou às vitórias, após bater o Académico de Viseu, por 2-1. Paulo Machado, no período de compensação, assinou o sofrido, mas inteiramente justo, triunfo leixonense. Face a tamanha supremacia, não era necessário sofrer tanto.

O Leixões foi superior durante grande parte do jogo. O nulo ao intervalo castigava a ineficácia da equipa comandada por José Mota, que dispôs de três flagrantes oportunidades de golo. Contudo, Sapara, por duas vezes, e Avto, não conseguiram desatar o nó.

Aos 53 minutos, Sapara colocou justiça no marcador. Belkheir trabalhou na perfeição serviu Joca para este assistir, em bandeja de ouro, Sapara. Depois, o número sete leixonense concretizou com frieza e inaugurou o marcador.

A vencer, o Leixões dispôs de várias oportunidades para dilatar o marcador. Não marcou e acabou por sofrer, aos 76 minutos, num penálti marcado por Ayongo. O golo não intranquilizou a Armada do Mar. José Mota arriscou no ataque e foi premiado perto do fim. Paulo Machado, na recarga a um penálti defendido pelo guardião viseense a remate de Nenê, encarnou o papel de justiceiro e assinou o triunfo leixonense. Mais do que merecido.
TVSH 2021

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *