Quinta de Santiago cenário de produção internacional

fb-share-icon0

Total de Visualizações 102 

Filme protagonizado por Albano Jerónimo estreia no final do ano

 

O Museu Quinta de Santiago, em Leça da Palmeira, é um dos cenários onde se desenrola a história do filme “O Pior Homem de Londres”, que estreia no final do ano.
Trata-se de uma nova produção de Paulo Branco e Leopardo Filmes, de dimensão internacional, mas 100% portuguesa, realizada por Rodrigo Areias, a partir de um argumento de Eduardo Brito.
Esta longa-metragem terá uma versão mini-série para televisão. O elenco, com atores portugueses e estrangeiros, conta com a participação de Albano Jerónimo, Victoria Guerra, Edward Ashley, Scott Coffey, Simon Paisley Day, Christian Vadim, Jean-François Balmer, Carmen Chaplin, entre outros.
“O Pior Homem de Londres” desenrola-se na segunda metade do século XIX, em Londres, no círculo da irmandade pré-rafaelita, grupo artístico fundado em Inglaterra, e conta a história de um português de nascimento, Charles Augustus Howell (Albano Jerónimo), que foi secretário de John Ruskin (Scott Coffey), agente e modelo de Dante Gabriel Rossetti (Edward Ashley) e exumador de Lizzie Siddal (Victoria Guerra). Mas, terá sido também mestre chantagista e falsificador de obras de arte, uma personagem cuja história se escreveu mais de rumores do que de factos, e a quem o Arthur Conan Doyle chamou “o pior homem de Londres”.
As gravações do filme em Matosinhos terminaram na quarta-feira. O Vereador da Cultura da autarquia, Fernando Rocha, visitou o plateau e conversou com o realizador Rodrigo Areias, que elogiou o estado de conservação do edifício que serviu de cenário para a recriação das casas das personagens principais, Charles Augustus Howell (Albano Jerónimo), e John Ruskin (Scott Coffey).
Além de Matosinhos, as filmagens da película passaram também pelo Porto, Viana do Castelo e Países Baixos.
“O Pior Homem de Londres” conta com o apoio do Instituto do Cinema e Audiovisual, RTP, Fundo de Apoio ao Turismo e ao Cinema, Direção Regional de Cultura do Norte, Câmara Municipal de Matosinhos, Câmara Municipal do Porto e Câmara Municipal de Viana do Castelo.

 

Créditos: CMM

 

TVSH 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.